O que todos querem saber: tem dinheiro?

ago 5, 2020 Inside

PERGUNTA NOVA:

Já estamos acostumados com uma lista de perguntas que vem de investidores, mas agora podemos acrescentar mais uma: Como sua empresa se comporta no cenário COVID? Mas, ao contrário do que podemos supor instantaneamente, a “curiosidade” não é exatamente por conta da pandemia em si. O interesse está em ver como o CEO vê a elasticidade do seu produto/serviço frente a diferentes cenários. Pronto para responder?

Se ainda não, vai a dica de Jordan Wahbeh, SILICON VALLEY GROUP: “Trata-se de rever o propósito, para acomodar algumas das necessidades criadas pela COVID, mas não aposte a casa nisso. Não mude completamente o negócio para esse propósito porque em poucos meses, será um procedimento padrão para todos.”, diz Jordan.

 

HEALTHCARE LIDERA OS INVESTIMENTOS?

Engana-se quem acredita que todos os fundos estão buscando só negócios ligados diretamente à pandemia. “Realmente houve um aumento no foco de Healthcare e Wellness, mas, nós na MEDA ANGELS, priorizamos empresas que apresentem uma solução que percebemos que sobrevive a mais longo prazo”, conta Elizabeth Cho-Fertikh: “Não diminuímos nossa atividade durante a pandemia, mas dissecamos mais cada oportunidade”.

INVESTIMENTOS ANGEL SUMIRAM?

Outra contribuição de Jordan Wahbed, a lembrança de que os investimentos no estágio Angel, no mundo, caíram pela metade:

  • foram USD 4 billion no Q4 e USD 2,2 billion, no Q2.   E o investimento por startup também reduziu.
  • cenário de Venture capital sofreu “menos”, como um todo, caindo “só” 27%, ao comparar a primeira metade de 2019 e à primeira metade de 2020.”

Desanimado?

Não!

Fabrice Grinda, FJ Labs, ressalta que a crise de 2009 trouxe soluções inovadoras como Uber, Airbnb… Claro que isso você já sabia, mas não custa abrir a mente. David Rose, Rose Tech Ventures, baseado nos estudos da Singularity University, é ainda mais otimista: “melhor momento para começar uma empresa. Estamos em plena ascensão da revolução tecnológica”.

 

O QUE OS INVESTIDORES BUSCAM PRIMEIRO EM UMA STARTUP?

 

Lake Dai, LDV Partners : “ A habilidade de aprender e adaptar”.

Elizabeth Cho-Fertikh:  “ Um time excelente de advisors “.

Fabrice Grinda: “CEO tem que ser um ótimo storyteller, mas também um caçador de números. Tem que ter as duas habilidades”.

David Rose busca: “Integridade. Vamos ver como trata os empregados, como tomou decisões na vida. Ouvimos até mesmo os competidores.”

Você é investidor? Qual o seu driver, na hora de decidir?  Manda pra gente! 

 

CINCO MUST DO, Por Jeff Hofman

 

  1. Ganhe a medalha de ouro: “ninguém ganha medalha de ouro em diferentes modalidades”. Você escolhe uma e treina. Escolha seu produto/serviço e aprenda a dizer não a oportunidades que não se encaixam na sua estratégia. Por 7 anos a Amazon só vendeu livros…
  2. Capital Humano: “ Investimento não é o caminho para o crescimento, talento sim”. Se não tiver um time eficiente, para onde vai o dinheiro? E mais:” você não vai escalar seu negócio até você mesmo sair do caminho. Cerque-se de pessoas mais espertas que você e saia do caminho deles”.
  3. Faça o perfil do cliente que diz SIM : “ busque aquele que compra seu negócio no segundo slide. E não o que assiste a toda a apresentação e diz que vai pensar”. Para isso, “busque o que os que compraram seu produto têm em comum”. Aposte nos que estão dispostos a arriscar. Se alguém está há 15 anos no mesmo cargo, provavelmente não vai querer arriscar tanto quanto alguém que ainda precisa mostrar serviço”.
  4. Objetivo na parede: “escreva num lugar onde todos os empregados possam ver e é isso que vai dirigir sua companhia”.
  5. Venda a mudança na vida de alguém e não um produto.

Passando pelas dicas parece que a gente já ouviu isso em algum momento. Nada de novo…

Mas: Colocamos em prática?

Conta sua experiência pra gente publicar!

E, claro que em 9 horas de evento, teve mais. Para não ocupar sem tempo todo de uma vez, vamos compartilhar depois!

 

Por Katia