VENTURY SUMMIT: highlights do primeiro dia  

ago 4, 2020 Inside
day one

 

Afinal, edição digital aproxima ou afasta? Caso a caso, no Ventury Summit, da Youngstartup, a agilidade em enviar e responder perguntas foi um diferencial até mesmo para o evento, que, no mundo físico, já é conhecido por encurtar distâncias entre empreendedores e investidores.

 

QUAL O CLIMA PARA INVESTIR EM EARLY STAGES?

Resposta simples que todos os participantes do painel concordaram: slow pace, mas atuantes. Focados em oportunidades que surgem de dentro ou com aval direto do círculo de networking. Em um cenário de 12 meses, a tendência é manterem a pipeline que estão trabalhando e áreas de atuação. E, talvez mudança de cenário para um prazo até 36 meses.

Paralelamente, Union Grove continua a estudar a diversificação do portfólio, mas como dissemos: sem pressa. O que você e todo mundo daqui queria saber:  Nada específico de América Latina na conversa. O Oriente médio parece ter mais chances no momento.

Participantes: Greg Bohlen e Patrick Cairns, da Union Grove. E ainda: James Trey Hart da 50 South Capital e Lindel Eakman, Foundry Group.  

 

CHANCE EXTRA

Vários empreendedores que não se inscreveram para apresentar seus pitches, puderam fazê-lo mesmo assim, durante a sessão Pitch Elevator, com David Maltzer. O que precisa ter num pitch de 1 minuto? “Você não pode ocupar o tempo de uma pessoa e não dizer claramente o que quer dela”, diz ele. O bom e famoso call to action. E fez outro alerta: “Não inclua informações que possam causar estranhamento”.Qualquer informação que cause questionamento vai influenciar na credibilidade. Deixe essas informações para um pitch em que tenha mais tempo para explicar, aconselha.  Foco na dor que resolve e no como resolve.

 

PARA STARTUPS, TALENTO É:

Recrutar pelas skills ou pelo fit com a cultura? A gente não se livra dessa pergunta, né? Mas não custa ouvir mais uma opinião… “Depende”, defende Jill Chapman, da Inspirity. Qual a equação que define: você vai ter tempo para treinar? E sua demanda quanto a essa habilidade é imediata? Se precisa já, contrate pela habilidade, diz ela. Mas não descuide do fit com a cultura. Ou você pode resolver um problema momentaneamente e criar outro no longo prazo. Ajudou, mas não ajudou, não é? O desafio continua.

 

 

PASSO A PASSO É SEMPRE EXCELENTE

Mesmo quando a gente acha que já sabe, a gente às vezes esquece um detalhe ou outro. A BOSS CAPITAL PARTNERS, dividiu os 6 passos da THE NORTH STAR, metodologia deles com os participantes. Destaque para o item impacto: “Trabalhe problema, solução, mas trabalhe mais sobre o impacto que a solução provoca”. Tem aqui que você acha que é o impacto e tem aquilo que realmente é. Confuso? Randall LaVeau sugere mais trabalho, durante a definição de Ideal Customer Profile e Ideal Buyer Profile, para definir claramente esse valor. Invista mais tempo e mais detalhamento nessa etapa!

E, para dormir pensando: sua companhia economiza ou produz dinheiro? Em época de pouca circulação de $$, as que economizam ganham mercado.

Amanhã tem uma nova sessão e mais dicas deles. Aliás…

 

AMANHÃ O DIA COMEÇA COM:

Jeff Hoffman, co-fundador da Priceline.com. Jeff, além de premiado por suas iniciativas empreendedoras, tem outros talentos: É palestrante motivacional, autor do best-seller, produtor de filme em Hollywood e de um álbum de jazz vencedor do Grammy e produtor executivo de um programa de televisão vencedor do Emmy. Ele fala sobre? O caminho de startup a líder de mercado. E que mercado, heim? Em épocas de pandemia, como estará?

 

Até lá!

 

Katia Menezes

Founder – Mediapool/ itFits

Por Katia